Artigos & Notícias

O esporte da política


"Todos juntos vamos..."

O lançamento recente da campanha “Somos Todos Brasil”, pelo governo federal, é uma estratégia de marketing para sensibilizar a população a valorizar os Jogos Olímpicos Rio 2016, diante de certa apatia dos brasileiros demonstrada até agora.


“O que importa é que a nossa emoção sobreviva”, como nos versos de Paulo César Pinheiro. O vídeo “motivacional” é um apelo ao orgulho nacional, uma forma de nos redimir do persistente complexo de vira-latas, o apelo ao nacionalismo como recurso derradeiro em tempos difíceis, assim como foi em 1970, na Copa do Mundo do México com o movimento “Prá Frente Brasil.”


O apelo em torno da união dos brasileiros, de certa forma, contrasta com os discursos frequentes em torno do ódio de classe pronunciados especialmente na recente campanha eleitoral por políticos de apoio ao atual governo. De repente, se esquece do “nós contra eles”, do “rico contra o pobre”, e o “ódio à classe média”. Enfim, o que mudou? E por que agora o apelo à união?


O esporte, mais uma vez, é usado para unir a nação em tempos difíceis. A história não deixa mentir, seja a ideologia que for, o esporte e a emoção, ou comoção, que ele gera estará a serviço das nações, independente da importância que se dê a ele.

#somostodosbrasil #rio2016 #prafrentebrasil #olimpíadasrio2016 #oesportedapolítica

Destaques
Arquivo
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon
    • Twitter Social Icon